Professor Gleivison é o vereador de São Sebastião melhor avaliado segundo enquete do Litoral Vale

Enquete promovida pelo Portal Litoral Vale coletou votos de 13 à 20 de maio, e obteve 1.865 votos de internautas

No dia 13 de maio o Portal Litoral Vale promoveu uma enquete para perguntar aos leitores sobre a sua avaliação do parlamentar mais atuante na cidade de São Sebastião.

A enquete elencou os nomes dos 12 vereadores desta legislatura, tendo como destaque a votação elevada, mesmo neste conturbado período de pandemia.

O destaque da votação foi para a avaliação extremamente positiva do vereador Professor Gleivison Gaspar, que obteve 1.330 votos, 71% dos votos gerais e 1.204 votos a frente do segundo colocado, vereador Teimoso Campos com a penas 126 votos, 7% do total.

Na sequencia vieram: Reinaldinho (5%, 92 Votos), Pixoxó (5%, 91 Votos), Renato do Bar (4%, 81 Votos), Ernaninho (3%, 60 Votos), Dr. Neto (2%, 41 Votos), Daniel Simões (1%, 19 Votos), Pastor Elias (1%, 13 Votos), Reis (0%, 8 Votos), Maurício Bardusco (0%, 3 Votos), Ercílio (0%, 1 Voto).

A votação mostra o destaque da atuação do vereador Professor Gleivison Gaspar em seu terceiro mandato como parlamentar e a completa insatisfação da população com os vereadores da base do governo Felipe Augusto.

Os números de votos dos vereadores Daniel Simões (1%, 19 Votos), Pastor Elias (1%, 13 Votos), Reis (0%, 8 Votos), Maurício Bardusco (0%, 3 Votos), apontam para um cenário desfavorável a sua proximidade com o governo e no caso do vereador Ercílio (0%, 1 Voto), este último sequer teve o voto de sua equipe de gabinete, pois apenas teve um voto.

O Vereador Prof. Gleivison Gaspar

Gleivison Henrique Costa Gaspar, servidor público municipal, Professor por formação e vocação, tem 44 anos e é nascido no município de Nova Lima, estado de Minas Gerais.

Disputou a sua primeira eleição como candidato a vereador no ano de 2008, pelo Partido Popular Socialista – PPS, foi o 13º colocado e obteve 686 votos, ficando como Primeiro Suplente da Coligação PR/PPS.

Em 16 de agosto de 2012, por decisão do Tribunal Regional Eleitoral – TRE, tomou posse como vereador, em função da cassação por infidelidade partidária, da vereadora que era titular.

Neste mesmo ano ocorreram novas eleições e já ocupando a cadeira no legislativo sebastianense pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, foi reeleito, ocupando a 8º colocação e obtendo 955 votos.

Vereador combativo e atuante, fiscalizou as ações do governo, propôs boas práticas de gestão pública e lutou por melhorias no serviços públicos, em especial nas áreas de educação, saúde e transporte público.

Já nas eleições de 2016, já conhecido ao longo de todo o município e cidades vizinhas por sua atuação nas questões locais e regionais, foi candidato à reeleição, ocupando a 1ª colocação geral no município, sendo o vereador mais votado da história de São Sebastião, com 3.183 votos. Nesta mesma eleição, o segundo colocado obteve menos da metade de sua votação, 1.452 votos.