Plano de Contingenciamento: Aguilar Junior anuncia redução de 50% do seu salário e de 10 a 40% em gratificações de comissionados

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, publica nesta semana um novo decreto instituindo o Plano de Contingenciamento de Gastos para o Enfrentamento da Pandemia de Covid-19 no âmbito da administração direta e indireta do Poder Executivo.

Levantamento feito pela Prefeitura de Caraguatatuba aponta que somente de março para abril houve uma perda na ordem de R$ 14 milhões (30%) com a arrecadação de ISS (Imposto Sobre Serviços), ICMS (Imposto Sobre Circulação e Mercadorias e Serviços), royalties, IPTU, FPM (Fundo de Participação de Municípios) e o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

O objetivo do Plano de Contingenciamento é promover a redução dos custos da máquina pública mitigando o impacto do novo coronavírus nas finanças do Município pelos próximos dois meses.

Entre as medidas anunciadas estão a suspensão de horas extras (exceto serviços essenciais), a diminuição de contratos de aluguel, a suspensão de viagens não essenciais, a renegociação de contratos firmados com a municipalidade em 25%, a proibição de contratação de cargos comissionados, a racionalização de retirada de materiais do almoxarifado, suspensão da antecipação do 13º salário (sendo pago tudo em dezembro) e a redução de duas horas no funcionamento das repartições públicas.

Pessoal

Sobre a questão do quadro pessoal, uma das principais medidas anunciadas é a redução pelo prazo de dois meses de 50% no salário do prefeito e 20% no salário do vice-prefeito, secretários e secretários adjuntos e presidente de fundações.

Além disso, haverá redução entre 10 e 40% nas gratificações de encargos especiais e funções gratificadas que podem ser de níveis 1 a 5 dependendo do cargo, benefícios esses dados aos cargos de confiança. Já a gratificação por dedicação exclusiva para os servidores do quadro do Magistério será suspensa até 30 de junho.

Especificamente sobre a redução das gratificações, o prefeito Aguilar Junior anunciou vai encaminhar um projeto de lei para ser submetido à Câmara na próxima semana.

Outra medida que será realizada pela Prefeitura de Caraguatatuba dentro do Plano de Contingenciamento é a suspensão por dois meses do contrato de trabalho com 543 estagiários.

Com as medidas, as equipes econômica e de recursos humanos estimam economizar cerca de R$ 5 milhões por mês.

Após o período de dois meses e com a possibilidade da normalização na arrecadação de tributos do município, a Prefeitura de Caraguatatuba deve reavaliar o retorno dos benefícios, bem como a recontratação dos estagiários para suas funções.

“O salário base do servidor é irredutível e está na Constituição Federal. Tenho gratidão por cada um de vocês e ao longo da gestão vários benefícios foram concedidos. O momento é de reflexão e estamos pensando na garantia de salários até o final do ano. O momento é de ajustes até a pandemia passar”, disse o prefeito Aguilar Junior.