Prefeitura de Caraguatatuba já atendeu em domicílio mais de 800 pacientes do programa Alto Custo

Em menos de duas semanas, a Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), já atendeu 858 pacientes do Alto Custo em casa, além dos pacientes que fazem uso de remédios de processos municipais.

A entrega dos remédios em domicílio foi uma medida tomada pela Prefeitura para evitar aglomerações e o contágio do novo coronavírus (Covid-19). Geralmente, os medicamentos deste programa são retirados, presencialmente, no Centro de Especialidades Médicas de Caraguatatuba (CEM) pelos 1700 cadastrados no programa.

Embora o número de atendidos seja consideravelmente bom, 140 pacientes cadastrados no programa Alto Custo não estavam em casa para receberem a equipe da farmácia do CEM.

Ainda que a orientação seja de adotar um isolamento social e aderir a quarentena determinada pela Prefeitura, 15% dos pacientes que não estavam em casa são idosos. O restante representa pessoas que mudaram de endereço ou que não moram no município. “Para que isso não se repita, nós aconselhamos as pessoas a manterem o cadastro sempre atualizado com endereço e telefone”, disse o farmacêutico do programa Alto Custo Arthur Reis.

Outros 706 pacientes do Alto Custo irão receber os medicamentos em casa até a próxima segunda-feira (07/04). Neste momento, a farmácia está priorizando a entrega de leite para crianças lactantes.

Quem irá receber os medicamentos em casa?

Todos os cadastrados no programa Alto Custo (processo estadual), sendo remédios controlados, ou não, e pacientes de processos municipais que não fazem uso de remédios controlados.

Para usuários de medicamentos controlados que estão sob o domínio do município (processos municipais), a entrega será presencialmente na farmácia do CEM. No ato da retirada, o paciente deverá apresentar receita médica.

Medicamentos retirados na UBS

Pacientes que fazem uso de medicamentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e distribuídos pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) não irão recebê-los em casa.

A pessoa deverá se dirigir até uma farmácia das 11 UBSs do município e apresentar receita médica para retirar o medicamento.

Receita médica

De acordo com a Secretaria de Saúde de Caraguatatuba (Sesau), as receitas de remédios da atenção básica retirados em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), validadas a partir de fevereiro, não precisam ser renovadas por tempo indeterminado.

Por outro lado, para a retirada de medicamentos controlados é necessário que os pacientes apresentem a receita médica atualizada e renovada. O prazo de validade da receita, que hoje é de 60 dias (dois meses), poderá ser estendido por até 180 dias (seis meses). Este prazo fica a critério do médico responsável pelo tratamento destes pacientes.