Desassoreamento em rios e córregos em São José já retirou 18 mil toneladas de resíduos

Em quatro meses de trabalho de desassoreamento e limpeza dos principais córregos que integram a bacia do rio Paraíba, a Prefeitura de São José dos Campos já retirou 18 mil toneladas de resíduos em um trecho de 28 quilômetros de extensão.

O serviço começou em agosto pela empresa Verdebianco Engenharia, vencedora de licitação, e já foram atendidos os trechos urbanos mais críticos envolvendo os rios Cambuí, Pararangaba, Alambari, Buerinho, Limoeiro, Putins e Olaria.

Foram retirados 12.505 m³ de material do leito do córrego, o equivalente a aproximadamente 950 caminhões de terra.

Nesta última etapa, os trabalhos estão concentrados nas regiões leste e norte, incluindo os bairros Jardim São Rafael, Ponte Alta em Eugênio de Melo e o loteamento Águas de Canindú.

Trabalho preventivo

O assoreamento é resultado do acúmulo de resíduos, entulho e até mesmo terra no fundo dos rios, que passam a suportar cada vez menos água, provocando enchentes em época de grande quantidade de chuva.