EDP Bandeirante corta energia da Prefeitura de São Sebastião por falta de pagamento

A Prefeitura de São Sebastião deve à empresa Bandeirante Energia o montante de R$ 5,9 milhões

O fornecimento de energia elétrica da Prefeitura de São Sebastião foi cortada na manhã desta quinta-feira (3), em 3 prédios, por atraso nos pagamentos das contas de 2018. Segundo a empresa Bandeirante Energia, a dívida acumulada em todo o ano é de R$ 5,9 milhões.

O fornecimento de energia foi suspenso no prédio da prefeitura, incluindo o gabinete do prefeito, na secretaria municipal de turismo e na praça de eventos e shows, localizada na Rua da Praia. Segundo a empresa, o montante exato é de R$ 5.918.085,34, somados todos os valores devidos pelo fornecimento de energia, de imóveis da prefeitura municipal de São Sebastião, desde janeiro de 2018.

O Site Oficial da prefeitura, que é hospedado nos servidores da prefeitura, pelo corte de fornecimento de energia, está fora do ar.

Antes de realizar o corte, a Empresa notificou diversas vezes a prefeitura sobre os atrasos nos pagamentos, mas sem retorno.

No dia 12 de dezembro um ofício de notificação da situação foi enviado à Câmara Municipal, ao Ministério Público e à prefeitura avisando de um último prazo de 15 dias para pagamento, com aviso de corte no fornecimento de energia. Sem retorno algum, o corte foi executado em apenas três prédios da gestão, pois a legislação vigente não permite que a energia seja cortada em prédios onde são realizados serviços essenciais, como a Saúde e educação.

A redação do Portal Litoral Vale aguarda a Nota Oficial da Prefeitura sobre o caso.