China aposta no mercado metroferroviário brasileiro

Empresários chineses participam da NT Expo em busca de aumentar o volume de negócios com parceiros brasileiros. Principal evento do setor na América Latina acontece até quinta (09) no Expo Center Norte, em São Paulo

Presença massiva entre os expositores, as empresas chinesas reproduziram na NT Expo o que pode ser constatado no mercado brasileiro como um todo: é cada vez mais intensa e concreta a presença de investimento chinês na infraestrutura brasileira. Com mais de 15 empresas entre os expositores, a China é o país com maior representatividade na edição 2017 da NT Expo.

“O Brasil é um mercado grande e muito interessante para nós. Participamos em projetos nos sistemas metroviários em São Paulo e no Rio de Janeiro e queremos mais”, disse o diretor de vendas da Kangni, Jie Yang. A empresa detém quase metade do mercado chinês como fornecedor de sistemas de controle de portas para vagões, acessórios e soluções de acabamento interno, mecanismos para controle de plataformas, entre outras soluções para o setor de transporte sobre trilhos.

Outro executivo chinês presente na feira, Liu Ming, diretor presidente para a América Latina da gigante CRRC Corporation Limited, afirma que o mercado brasileiro merece atenção especial. “Temos uma base aqui em São Paulo porque entendemos que este é um mercado que precisa ser conhecido em profundidade. Agora, já compreendemos como é a cultura de negócios aqui”.

O executivo confirma com entusiasmo que o mercado local apresenta agora uma forte demanda por serviços e equipamentos para manutenção e reparos. “É uma grande oportunidade de negócios. Para nós, é sempre interessante e obviamente rentável concretizar negócios de manutenção, pois são contratos de médio e longo prazos”, avaliou Ming, que acrescenta: “a NT Expo é uma oportunidade importante de estreitar o relacionamento com os potenciais parceiros de negócios”.

Outra empresa chinesa que investe na NT Expo para ampliar a participação comercial no país é o KTK Group, uma das principais companhias chinesas do segmento de equipamentos e sistemas para controle de portas e soluções de interiores. “Estamos ansiosos por ter uma participação mais expressiva no mercado brasileiro, mas o ritmo aqui é muito diferente do que experimentamos na China. Lá, os negócios são fechados e concretizados rapidamente, sem tanta burocracia. O governo chinês é mais ágil. Neste aspecto é um pouco frustrante, mas isso não nos desencoraja”, reclama o diretor de vendas da empresa, Hongbin Wang.

Além de manutenção e reparos, empresas chinesas de tecnologia e sistemas estão presentes na NT Expo 2017. “Participamos pela primeira vez da feira porque queremos aumentar o volume de negócios com o Brasil”, explica a gerente comercial da New United Trail Transit Technology, Yan Lihua. A empresa trouxe para a feira a tecnologia dos seus sistemas de propulsão e dirigibilidade, de ar condicionado para vagões, entre outras soluções para o modal metroferroviário. “Temos muito interesse em projetos de parceira público-privada no setor e esta feira nos ajuda a estar mais próximos de possíveis parceiros comerciais. Recebemos várias propostas de empresas interessadas em nos representar aqui no Brasil”, revela.

Questionado sobre os impactos da presença chinesa no mercado brasileiro, o diretor executivo da ANPTrilhos (Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros Sobre Trilhos), João Gouveia, comentou durante o segundo dia da NT Expo que o interesse dos asiáticos no mercado metroferroviário brasileiro é algo que pode proporcionar muitos benefícios ao país. “As empresas asiáticas têm uma oportunidade ímpar de crescimento no mercado nacional, já que muitas cidades importantes do país não possuem infraestrutura suficiente para atender toda a demanda existente, tanto de passageiros quanto de cargas, locais em que podem investir com mais afinco. No entanto, os verdadeiros resultados desta aposta dos asiáticos no Brasil devem começar a surgir em até cinco anos”, complementa.

Crescimento do setor tem três vertentes de ação

“Todo o potencial das ferrovias brasileiras depende de três questões: a prorrogação das concessões, medida que traria resultados a curto prazo, porque injetaria investimentos da iniciativa privada de R$ 25 bilhões até 2023; a expansão da malha e a segurança jurídica, com melhores práticas regulatórias”, explica o gerente Técnico da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), Ticiano Bragatto, após palestrar para os presentes na Estação do Conhecimento, espaço exclusivo para as palestras que acontecem durante a NT Expo.

Segundo ele, para 2018, o governo federal deve licitar, já no segundo semestre, o trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) entre Ilhéus (BA) e Caetité (BA). Também pendente de licitação, mas sem previsão ainda, está a Ferrogrão, entre Mato Grosso e Pará, com investimento estimado em R$ 12 bilhões.

Presente à palestra de Bragatto, o diretor-presidente da Associação Nacional dos Transportes Ferroviários (ANTF), Fernando Paes, confirmou que 2018 deve ser uma ano mais auspicioso para o setor. “Fiquei feliz de constatar que a NT Expo cresceu em relação ao ano passado, é um bom sinal. A tendência é que 2018 seja um ano muito focado em ferrovias, com a prorrogação das concessões e as novas licitações, em especial, a Fiol que está com o projeto avançado. Acredito que, já na próxima edição da NT Expo, encontraremos um cenário concretamente diferente, com investimentos na malha e novos atores figurando no setor ferroviário”.

Sobre a NT Expo – 20ª Negócios nos Trilhos 2017 – Principal encontro de negócios do setor de transporte metroferroviário da América Latina, a NT Expo reúne os mais renomados fornecedores, formadores de opinião e players dos segmentos de carga e passageiro, nacionais e internacionais. O evento consolidou-se como plataforma de geração de negócios, networking e melhores práticas. Em 2016, a NT Expo reuniu cerca de 100 marcas e atraiu por volta de 5.000 profissionais do setor. Em 2017, o evento acontece de 07 a 09 de novembro, das 13 às 20 horas, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

Sobre a UBM Brazil – A UBM é a maior empresa organizadora de eventos B2B no mundo. Conectar pessoas, em uma época tão dinâmica e tão digital, nunca foi tão importante e é justamente nesta frente que a empresa se destaca, ao criar ótimas oportunidades que conectam pessoas e geram negócios nos diversos segmentos da indústria, tais como: Saúde, Logística, Construção Civil, Naval, Metroferroviária, Alimentos e Bebidas, e Embalagens. Com sua rede de relacionamento global, eventos líderes de mercado, especialização e pessoas dedicadas e apaixonadas pela atividade; entrega oportunidades e experiências ímpares para que seus clientes superem as expectativas e seus resultados. Mais: www.ubmbrazil.com.br e www.ubm.com